Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Sobre o site
O que você mais gosta do nosso site?
As fotos das galerias
As poesias premiadas
O concurso de poesias
Contribuições literárias
Tudo
Visito sempre
Visito pouco mas voltarei
Não voltarei mais
Ver Resultados

Rating: 2.5/5 (522 votos)




ONLINE
2




Partilhe este Site...





Saudações!

 

Esse site foi criado para que as pessoas possam conhecer o evento literário POESIAS SEM FRONTEIRAS e o Prêmio Literário Marcelo de Oliveira Souza.

Esse nome foi escolhido pelo fato de que a poesia é a mais nobre arte de se expressar e de unir povos, a poesia não tem fronteiras, não tem idade, tampouco credo e preferências.

Nossos eventos sempre esmeram-se em unir povos e culturas, por isso sempre acolhemos  não só o poeta, mas os estrangeiros dos quatro cantos  do mundo e também os jovens.

Inserindo-os  no maravilhoso mundo literário, rompendo fronteiras e estreitando laços.

As inscrições sempre são democráticas, onde participam desde o estudante, o lavrador, até o médico, engenheiro, professor e outras tantas profissões, cumprindo o nosso excelso objetivo de unir, aglutinando diferentes culturas e pensamentos, enriquecendo ainda mais a literatura universal.

* Aceitamos doações de qualquer valor que poderá ser feita via correios ou por conta corrente, o número se encontra junto ao título do blog, é só entrar em contato para combinarmos.

Ajude o POESIAS SEM FRONTEIRAS, divulgando  esse site, a cultura agradece.

 

 

 Embaixador da Poesia, nomeado pela Academia Virtual de Letras Artes e Cultura, MG; Ganhador do Prêmio  Personalidade Notável  2014 em Itabira MG ; Membro   da IWA  International Weitters Artistis – EUA ; da Sociedade  Ibero-americana de Escritores, Espanha; da Academia de Letras de Teófilo Otoni MG; da Academia Cabista de Letras, Artes e Ciências RJ; da confraria de Artistas e Poetas pela Paz – CAPPAZ; da Associação Poetas Del Mundo; do Clube dos Escritores Piracicaba SP;  participa de vários concursos de poesias, contos,  publicações em jornais e revistas estaduais, nacionais e internacionais  sempre conseguindo ser evidenciado pelos seus trabalhos louváveis; colunista do Jornal da Cidade, Debates Culturais, Usina de Letras, entre outros. Organizador do Concurso Literário Anual POESIAS SEM FRONTEIRAS  e Prêmio Literário Escritor Marcelo de Oliveira Souza,IWA.

e-mail:   marceloosouzasom@hotmail.com

facebook: psfronteiras

Doações em qualquer valor:

Conta Corrente Bradesco

Agência 3679

Conta 5920-0

Em nome do autor do projeto

Marcelo de Oliveira Souza

 



POESIAS VENCEDORES 2013- Prêmio Marcelo D O Souza

POESIAS VENCEDORES 2013- Prêmio Marcelo D O Souza

Menção Honrosa Juvenil

 

O DESTINO

 

O destino que desejamos

para  nós...

O destino que desejamos

 ao  outro...

O destino escrito nas

estrelas...

O destino descrito por

ser  maior...

O destino  descrito  entre

linhas  curvadas,

tortas,

retas e

com algumas falhas.

O destino é algo que

não sabemos ao menos

decifrar por ser uma

 Incógnita,

Uma coisa  indecifrável,

Uma caixa de presente...

Que a cada tentativa

De abrir essa caixa,

ela  vai te surpreendendo

Com uma grande e

fenomenal surpresa sem fim.

 

Kaique   Barros Moraes

São Paulo SP

 

 

 

Menção Honrosa Internacional

 

CHUVA E SAL

          

 

Chove.

Chove no deserto

árido e seco

como no meu

coração  enloquecido.

 

 

É chuva amarga, cargada de sal:

lágrimas dos povos,

lágrimas de crianças andando perdidas

nos campos da solidão.

 

O Rio Azul tornou-se vermelho

de sangue e de terra.

Não tem chuva que lave os rastros

dos homens cruéis.

 

Guerra e matanças, pão de cada dia

para os irmãos.

Todos  os dias toca a degola

na terra da miséria.

 

Quando será que as nossas mãos

Encontrarão as dos irmãos?

A chuva levará

as lágrimas de sal

e  o rio lavará

a  terra dos pais.

 

Juntos  vamos comer os frutos da terra,

homens armados, mulheres, crianças:

E todos juntos beber

A linfa dela, da nossa terra.

 

Alberto Arecchi

Pavia , Itália

 

 

Terceiro Lugar

 

Essência de Um Poeta

 

MAR

( c )

Elo dimensional poético

E despertar de uma brisa!

 

Mar

Êxtase de um elo

A quebrar de versos

Entre o peito

E o  a (mar)!

 

Ouço de um vento breve

Versos  sussurrados,

Escritos, jogados

E impregnados da alma

Numa nova cortina de encanto

A adornar a janela de um poeta;

Assim é:

Mar

(  c )

Elo, essência de poesia!

 

Carlos Máximo

Goiânia,  Goiás

 

 

Segundo Lugar

 

O TEMPO... HERÓI OU VILÃO?

 

Em todos os tempos o homem conta com o tempo.

Dia a dia, pontual e sem contratempo.

Dar tempo ao tempo com prudência é aconselhável.

O tempo dá o atalho pro alvo desejável.

 

O tempo amigo sufoca a paixão latente,

Alivia a ferida incurável e pungente.

Porém,  potencializa uma perda traumática,

Quando a duração desse tempo é enfática.

 

O tempo é o bálsamo que suaviza a dor,

Da saudade e a distância do eterno amor.

Entretempo, oculta as marcas das vis ações,

 

Que corrói a mente com más recordações.

O tempo é o herói na conquista da vitória,

Mas pode ser vilão numa jornada inglória.

 

 

Newton de Souza Nazareth

Rio de Janeiro , RJ

 

 

 

 

PRIMEIRO LUGAR

 

O pilão

 

Velho pilão, que ao abandono chora,

ainda  rijo é peça ornamental,

triste e saudosa de um pilar banal

pelos quintais onde viveu outrora.

 

Dentro da taça adormecida agora,

em vez do milho ou grãos do cafezal,

repousa suspirosa a mão leal

no mesmo anseio que se vai embora.

 

Arrasta-se de  robe  a solidão...

E eis que riscando um fósforo qualquer,

A lua engendra o azul de uma ilusão...

 

 

E prima nos quintais da ansiedade,

um festivo pilão em seu  mister,

lançando ao ar quireras de saudade...

 

Reginaldo Costa de Albuquerque

Campo Grande, Mato Grosso do Sul